quinta-feira, 22 de maio de 2008

Um mês depois...



Bom, muita coisa aconteceu em minha ausência de mais um mês na net. Espero conseguir falar sobre algumas delas aqui!

1ª Descobri que a última coisa que pode ser o amigo do homem ultimamente é o computador. Sobretudo se esse computador for o meu, lógico. Por pior que possa parecer ele só dá defeito em áreas onde sou um total leigo. Ex: um pequeno fuzível na placa mãe. Ou, um bloqueio total da transmissão de energia pela fonte. Vai entender... Felizmente dessa vez foi só uma memória com problema...


2º Pra quem não sabe mudei de casa ainda no mês de abril. Pois é, provei de uma experiência agradável e edificante, pela qual todos nós gostamos de passar: encaixotar e desencaixotar coisas pelo simples motivo de ter que ir pra outro lugar. Não vamos lucrar diretamente nada com isso. O preço do petróleo vai continuar crescendo e o buraco da camada de ozônio também. Mesmo assim passamos um bom tempo encaixotando pra depois desencaixotar. Adorei!!! Sinto-me feliz e disposto a mais 7 mudanças iguais a essa!!!

3º Não bastava o trauma causado pelo encaixotamento de livros, móveis e coisas do gênero, ainda tive de ligar para os milhões de cartões, bancos, operadoras de telefone, internet, pipoqueiros, vendedores de churros e negociantes da bolsa para informar a minha mudança de endereço. Sabe-se lá quando alguém vai precisar de me escrever uma carta ou enviar uma conta do cartão! Anyway, depois de tanto ligar e falar com gerundianas, gravadoras e ficar com mais cinco cabelos brancos em minha cabeça, acho que vou me inscrever naqueles programas que adoram estimativas. Durante a sua vida você anda 1.2343343443.343 de quilômetros e isso daria pra dar mil voltas na terra. Acho que as horas perdidas falando com esse monte de gente simplesmente para comunicar que eu mudei de rua dava pra fazer um monte de coisa...

...Sei lá, poderia escutar as minhas 60 horas de biblioteca digital. Aliás, podia mesmo era reassistir a segunda temporada do Kitchen Nightmares. Aproveitaria pra aprimorar o meu "british accent" dizendo a torto e a direita "DON'T F..."

Por falar nisso, tenho que concordar com uma amiga bloggeira: eu também quero um pequeno cômodo no canal 41! Adoro o GNT. Mais ainda, adoro os programas apresentados pelo Gordon "Seu Saraiva" Ramsay. Que chefe é esse! Além de preparar pratos super legais e ser um chefe respeitado em todo o Reino Unido ele ainda faz uma série de programas relacionados a culinária. É ótimo acompanhar quando ele chega naqueles pequenos restaurantes do interior da Inglaterra, muitas vezes restaurantes suntuosos, com proprietários almofadinhas e cheios de si, mas à beira da falência. O Gordon chega lá e arregaça as mangas. Bota o dedo na cara do malandro e diz o que não está certo. Ao primeiro foco de insistência na fórmula pronta que muitos proprietários e chefes cuidam de seus estabelecimentos ele faz tiradas homéricas no estilo "não fode!". Dia desses sobrou até pra um brasileiro que não queria deixar que as coisas no restaurante vegetariano onde ele era chefe em Paris fossem modificadas. Pois bem, Gordon discutiu "n" vezes com o rapaz e conseguiu enxotá-lo do lugar.

Vamos pro fim, ora. O quarto e último acontecimento desses últimos trinta dias tem a ver com mais uma pérola da internet. Costuma fazer muitos downloads de livros, filmes e fotos. Algumas vezes uso os compartilhadores de arquivos que estão espalhados em endereços de todo o mundo. Um deles lançou um dispositivo de segurança no mínimo peculiar. Esqueçam os três números que devem ser digitados no campo abaixo, ou, "repita a frase que esta no quadro". Nada disso. No rapidshare é diferente, você tem que adivinhar onde existem quatros gatinhos mal desenhados ao redor das letras. Vê se pode uma coisa dessas:


Parafraseando Gordon Ramsay: "don't fuck!".

Weapon of choice: Gnarls Brakley - Run.

Um comentário:

Dira disse...

Sentir sua falta está se tornando um lugar comum. Ainda hoje falei no quanto me perco em sua cia. Saudade sim. Fazer o que? A vida não para na estação e quem parar, certamente perde o bonde, o trem, o ônibus, a esperança. Desejo a vc que todas as suas mudanças sejam para te fazer feliz... e realizado. Obrigada por ainda lembrar do meu site e ir lá me brindar com o seu olhar.
Beijinhos.
na boca.